Arquivo de fevereiro, 2011


Editora: Mercuryo

Para aqueles que acreditam que as coisas não são da forma que nos forçaram a acreditar…
Neste livro, Benitez, utilizando-se da forma romancista, explora ao máximo a Rebelião de Lúcifer.
Para aqueles que acreditam que as coisas simplesmente não são da forma que nos forçaram a acreditar, esse livro é devastador.
Benitez utiliza ciência, aventura e fantasia para contar a história do personagem mais polêmico da história da humanidade; não com a imagem demonizada que é perpetuada pela Igreja Católica, porém, não isenta de culpa da maldade humana.
Um livro com uma perspectiva diferente, uma nova hierarquia do “Céu” e uma nova função para os anjos e todas as personalidades envolvidas na organização celestial. (mais…)

Anúncios

Editora: Suma de Letras

“Só porque você não acredita em alguma coisa, não quer dizer que ela não seja real.”
1692 – Salem – Massachusetts – condado de Essex – Nova Inglaterra – Estados Unidos – uma histérica caça às bruxas, quando mais de 150 pessoas foram presas, 30 enforcadas. Uma comunidade marcada para sempre, pela desconfiança de que a pessoa ao lado poderia ser adepta da feitiçaria.
Marblehead, 1681 – As doenças, para os puritanos da nova Inglaterra, eram sinais de má vontade do Senhor, a vontade de Deus – sofrer era pecaminoso pois significava zangar-se com Deus. A Revolução Puritana foi um movimento surgido na Inglaterra no século XVI, de confissão calvinista, que rejeitava tanto a Igreja Romana como a Igreja Anglicana. Seus membros foram denominados puritanos porque pretendiam purificar a Igreja Anglicana, retirando-lhe os resíduos de catolicismo, de modo a tornar sua liturgia mais próxima do calvinismo. Desde o início, os puritanos já aceitavam a doutrina da predestinação. O movimento foi perseguido na Inglaterra, razão pela qual muitos deixaram a Inglaterra, em busca de outros lugares com maior liberdade religiosa. Um grupo, liderado por John Winthrop, chegou às colinas da Inglaterra na América do Norte em abril de 1630 (formando as colônias da Nova Inglaterra, nos Estados Unidos). Predestinação, é um conceito teológico, que trata do relacionamento de Deus e o homem, no sentido de que Deus consegue prever ou até decidir, previamente, os acontecimentos, no tempo e no espaço, utilizando de Sua absoluta soberania e onisciência – daí o conformismo dos puritanos, com a vontade de Deus.
(mais…)


Editora: Unicórnio Azul

De todos os livros da série, este é o melhor.

Numa excitante aventura da série de televisão, Arquivos X, os agentes do FBI, Fox Mulder e Danna Scully vão para uma floresta na península de Yucatán, no México, para investigar o intrigante desaparecimento de um grupo de arqueólogos e resgatá-los.

A exploração os leva a um estranho sinal eletrônico que vem dos subterrâneos de antigas ruínas – um sinal em direção às estrelas…

De todos os livros da série, Ruínas, é o melhor, porque o leitor pode, realmente, observar Mulder e Scully em ação de aventura, com base em muita pesquisa histórica sobre nativos e plantas exóticos.  (mais…)


Editora: Ediouro

O livro é divertido e faz com que você queira ler mais – Kinsey Millhome vicia!

A de álibi é o primeiro livro da série da escritora Sue Grafton: “Alphabet Mysteries”.

A detetive particular Kinsey Millhone montou sua agência, num bairro calmo da cidade de Santa Teresa, na Califórnia. Duas vezes divorciada, com 32 anos de idade, com pouquíssimos móveis e objetos menos ainda, um número bem restrito de amigos fiéis e aparente falta de sensibilidade, tem uma tendência a se apegar a causas perdidas e animais abandonados. E essa simplicidade toda é a sua força – excepcionalmente, uma tarde/noite com um namorado novo, e logo volta ao foco de seu trabalho (mais…)


Editora: RECORD

“Oh god. Let this be over soon.”
Já no início me deparo com meu grande pesadelo: o que fazer se você não morreu – e todos mundo acha que sim?
Tipo, ser enterrada em estado de catalepsia ou ser levada para a mesa de necrópsia com seu metabolismo tão baixo que ninguém note que você ainda está viva… Cruzes!!!
Há casos escabrosos documentados – aqui no Brasil mesmo, quem é mais experiente na vida, como eu, se lembra da morte do ator Sérgio Cardoso – uma comoção nacional – tipo: morre Tarcísio Meira ou Tony Ramos. Dias depois do enterro – não me lembro por qual razão – o corpo foi exumado e estava revirado dentro do caixão, com marcas de unhas cravadas na madeira, como que pedindo para ser libertado. Eu, heim!!! (mais…)