C de CADÁVER (C is for corpse) – Sue Grafton – The Alphabet Novels

Publicado: 16 de abril de 2011 em Sue Grafton
Tags:, ,

Editora: Ediouro

Uma de suas maiores qualidades, é a lealdade aos amigos – ela é, apenas, humana.

Durante muitos anos, apesar de grande fã de thrillers, adiei a leitura dos crimes do alfabeto, de Sue Grafton, porque nem todos (aliás, a maioria deles) estão publicados no Brasil.  Mas, finalmente, comecei com a letra a (A de Álibi, B de Busca, C de Cadáver) – e os estou amando.  Porém, você não precisa ler a coleção na ordem – cada livro tem um bom pano de fundo para esclarecer suas dúvidas.  A trama é bem complexa – ela usa, inclusive, várias tramas secundárias e paralelas que, ao final, acabam dando luz à trama principal.

Kinsey Millhone é uma detetive particular, trintona, 2 vezes divorciada, que não bebe demais, não fuma demais, não usa drogas – na verdade, alguém muito comum, com todos os altos e baixos que os meros mortais tem de passar na vida e um extraordinário senso de humor.  Uma de suas maiores qualidades, é a lealdade aos amigos – ela é, apenas, humana.  Kinsey montou sua agência, num bairro calmo da cidade de Santa Teresa, na Califórnia.  Com pouquíssimos móveis e objetos menos ainda, um número bem restrito de amigos fiéis e aparente falta de sensibilidade, tem uma tendência a se apegar a causas perdidas e animais abandonados. E essa simplicidade toda é a sua força – excepcionalmente, uma tarde/noite com um namorado novo, e logo volta ao foco de seu trabalho.

Em 1982, o cadáver da terceira aventura da detetive particular Kinsey Millhone, é o de Bobby Callahan, um jovem que ela conhece numa academia de ginástica.

Bobby acha que o acidente de carro que ele sofreu foi, na verdade, uma tentativa de morte por conta de um segredo que ele sabia. Infelizmente, Bobby sofre de amnésia e não se lembra de qual era esse segredo.

Com medo de outro ataque, convence Kinsey a investigá-lo.

Alguns dias depois, Bobby é morto, realmente, e Kinsey começa a investigação.

Junto com Kinsey, participam dessa investigação, sua mãe rica Glen, seu pai oportunista Derek e sua meia-irmã drogada e anoréxica Kitty.

Enquanto Kinsey vai desvendando os segredos mais feios, que cercam a morte de Bobby, ela também tenta salvar seu amigo e vizinho idoso Henry, dos esquemas de uma senhora interesseira com quem ele vem se encontrando, Lila.

O livro é divertido e faz com que você queira ler mais – Kinsey Millhome vicia! 

Mas tenho de avisar aos amigos leitores: o alfabeto está quase terminando, na verdade – já foi lançado até a letra U (no Brasil: A, B, C, D, E e… R – estranho… cadê as outras letras?).

entrevista com Sue Grafton:

Sue Grafton

Sue Taylor Grafton nasceu no Kentucky, Estados Unidos da América. Sue licenciou-se em Literatura Inglesa pela Universidade de Louisville e  1961.  Em 1973 mudou-se para Hollywood onde escreveu argumentos para filmes e séries de televisão. Foi distinguida com um Christopher Award em 1979 por Walking Through The Fire. Ainda em Hollywood escreveu Sex and the Single Parent, Mark, I Love You e Nurse. Em 1982 iniciou a série de livros que a tornaria mais conhecida. Trata-se de histórias policiais cujos título se iniciam com as letras consecutivas do abecedário, daí a série ser conhecida como “The Alphabet Novels”. Em 2004, Sue Grafton recebeu o Ross Macdonald Literary Award, concedido a “uma escritora cuja obra eleva os padrões da excelência literária.

Outras resenhas de livros de Sue Grafton, aqui no House of Thrillers:  https://houseofthrillers.wordpress.com/category/sue-grafton/

Acompanhe a escritora Sue Grafton: www.suegrafton.com

Facebook: http://www.facebook.com/SueGrafton?ref=ts&sk=wall

The Alphabet Novels: 

Anúncios

Deixe seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s