CARTAS NA MESA (Cards on the table) – Agatha Christie – um caso do Coronel Race, com Hercule Poirot e Ariadne Oliver

Publicado: 21 de maio de 2011 em Agatha Christie
Tags:, , , , ,

Editora: Abril Cultural

“Em romances de mistério, encontrar o assassino é fácil, apenas deve-se concentrar sobre a pessoa que é menos provável de ter cometido o crime.” – Agatha Christie

Um anfitrião de uma festa, é assassinado numa sala cheia de jogadores de bridge!  O Sr. Shaitana era famoso como um anfitrião dessa festa.

No entanto, ele era um homem de quem todos tinham um pouco de medo. Então, quando ele se gabou com Poirot, de que ele considerava assassinato uma forma de arte, o detetive ficou com algumas reservas quanto a aceitar um convite para ver a coleção particular do Sr. Shaitana.

Na verdade, o que começou como uma noite de jogo,transformou-se em um jogo mais perigoso ainda!
O Sr. Shaitana, um rico colecionador de objetos de arte, tem uma idéia incomum para um jantar depois de um encontro casual com Hercule Poirot em uma galeria de arte. Ele convida para jantar quatro detetives, mais quatro pessoas que ele suspeita que pode ter se safado com um assassinato.

Junto com Poirot estão dois detetives que encontramos em obras anteriores Christie: Coronel Race e o Superintendente Battle, da Scotland Yard.

Quem aparece, ainda, neste livro, é Ariadne Oliver, uma escritora de Best-sellers de mistérios, que tem sido comparada à própria Agatha Christie, e que surge, quase sempre, como contraponto para Poirot.  Como Agatha, Adriadne Oliver come grandes quantidades de maçãs, enquanto escreve seus livros.  Adriadne vai voltar em outros thrillers que resenharei mais adiante.

Os outros quatro convidados são: Dr. Roberts, um médico bem sucedido; Sra. Lorrimer, uma viúva rica que gosta de jogar bridge; Despard Major, um explorador e guia, e Miss Anne Meredith, uma jovem senhora que Shaitana conheceu na Suíça.
Após o jantar, um jogo de bridge é organizado. Shaitana dirige os quatro detetives para uma sala enquanto os outros quatro convidados continuam a jogar em uma sala separada, juntamente com o anfitrião.

Quando os convidados se preparam para sair mais tarde, descobriu-se que Shaitana foi mortalmente esfaqueado em algum momento da noite.
Todos os quatro detetives tentam resolver este caso em sua própria maneira.

Em romances de mistério, encontrar o assassino é fácil, apenas deve-se concentrar sobre a pessoa que é menos provável de ter cometido o crime.” – Agatha Christie

Quatro assassinos colocados juntos por um anfitrião um pouco sarcástico. Cada um tinha um motivo. Uma oportunidade.

Hercule Poirot era um detetive belga, com uma fervorosa confiança em suas pequenas células cinzentas e um ego monstruoso.  Sua apresentação nos é dada por seu amigo, o Capitão Hastings, que nos conta ser ele um refugiado policial, muito conceituado em seu país, que havia escapado dos ataques alemães. “Poirot era um homenzinho de aparência fora do comum.  Mantinha sua dignidade em pouco mais de um metro e sessenta centímetros.  A cabeça era exatamente igual a um ovo e ele sempre a mantinha um pouco inclinada para um lado.  O bigode era duro e militar.  A limpeza da indumentária era quase inacreditável.  Acho que uma partícula de poeira lhe teria causado mais dor do que um ferimento de bala.”   Não era um amante fervoroso, leviano, insensível ou irresistível, mas era um romântico incurável.  “Desejar ardentemente mulheres grandes e extravagantes é a infelicidade dos homens pequenos e precisos”. – Hercule Poirot .  Jamais consegiu libertar-se da fascinação fatal que a Condessa Vera Rossakoff exercia sobre ele.  Nunca espancava os criminosos, nem carregava armas de fogo.  Preferia o estilo de decoração Art-déco, apreciava a boa comida e vinhos finos.  Preferia café pela manhã e chocolate quente à tarde.  Não tinha tendências para o cultivo de flores, mas gostava de plantar certas variedades de abóboras.  Teve um irmão chamado Achille, mas… “Só por um curto espaço de tempo”. – Hercule Poirot.  Perto de sua morte, dama Agatha revelou que perdera a afeição por Hercule Poirot.  Não fosse pelo fato de ser uma enorme fonte de divisas, ela o teria envenenado há muito tempo: “Ele me entedia até a morte”.  E ele morre em 1975, no livro Cai o pano (Curtain).

Uma das coisas mais legais sobre os thrillers de Agatha Christie – especialmente os mais antigos – é que eles são resolvidos sem grandes avanços na ciência forense. Não há nenhuma menção de bancos de dados de computador ou DNA, nenhuma análise de fibra, nem amostras de cabelo. Agora, eu adoro essas coisas maravilhosas que podem ser feitas com a medicina forense na captura de criminosos no mundo real, mas os thrillers são às vezes mais agradáveis quando eles não lidam com o lado técnico das coisas, mas fazem os leitores ponderar, juntamente com o detetive Hercule Poirot , sobre a psicologia por trás do assassinato.
A psicologia, na minha opinião, faz desse livro, um dos melhores de Agatha Christie.

clips do filme sobre o livro de Agatha Christie, David Suchet as Hercule Poirot:

Agatha Christie

Nascida Agatha Mary Clarissa Miller, em 15 de setembro de 1890, Agatha May Clarissa Mallowan, adotou o sobrenome de seu primeiro marido, Archibald Christie, e é conhecida pelo mundo como a Rainha do Crime. Ela é a autora mais publicada de todos os tempos em qualquer idioma, somente ultrapassada pela Bíblia e por Shakespeare. Agatha é a autora de oitenta romances policiais e coleções de pequenas histórias, dezenove peças e seis romances escritos sob o nome de Mary Westmacott. Foi pioneira ao fazer com que os desfechos de seus livros fossem extremamente impressionantes e inesperados, sendo praticamente impossível ao leitor descobrir quem é o assassino. 

Outras resenhas de livros de Agatha Christie, aqui no House of Thrillers: https://houseofthrillers.wordpress.com/category/agatha-christie/

Acompanhe a escritora: http://www.agathachristie.com
 

Responda no comentário:

Qual o livro da Agatha Christie que você mais gosta?

Anúncios

Deixe seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s