KISSCUT – Karin Slaughter – série Grant County 2

Publicado: 23 de julho de 2011 em Karin Slaughter
Tags:, , , ,

Editora:Harpertorch

Vire as páginas para entrar no mundo escuro e distorcido de Karin Slaughter – assim inicia o nosso livro de hoje – e é o melhor resumo que posso oferecer sobre a autora.

A Dra. Sara Linton, dublê de pediatra e médica legista da cidade de Heartsdale, no condado da Geórgia, sabe muito bem sobre os horrores que podem ser encontrados a portas fechadas, numa comunidade pequena.  Mas quando uma briga entre adolescentes leva à morte de um deles e a autópsia que se segue revela a evidência de auto-mutilação ritualística e de constantes abusos sexuais, ela descobre que o verdadeiro mal está mais perto do que imagina.

Auxiliada por seu ex-marido, o delegado Jeffrey Tolliver (com quem está mantendo um novo relacionamento), e pela detetive Lena Adams, ainda traumatizada pelo ataque que sofreu por parte de um serial killer, a investigação é frustrada pelo silêncio da família e amigos da menina vítima do tiro. 

Mas a verdade não consegue ficar escondida para sempre; e, à medida que Sara descasca as muitas camadas da degradação humana que ultrapassam o simples assassinato, uma nuvem paira sobre os jovens filhos de Heartsdale – e aqueles que deveriam protegê-los devem agir com rapidez, antes que toda a inocência se perca.

A mutilação genital é uma prática realizada no Oriente Médio e alguns países da África, de forma que as mulheres não possam sentir prazer no sexo – um costume passado de geração a geração pelas comunidades mais pobres.  Sepois do procedimento, feito sem qualquer tipo de anestesia, e com um pedaço de vidro quebrado e cortante, a vagina é costurada e as pernas da menina são amarradas, para que a cura se faça de forma mais rápida, deixando, apenas um pequeno orifício para a passagem do sangue menstrual.

Como é que ainda ficamos emocionados com alguém que não merece um minuto de nossa atenção?

E as pessoas que sofrem abusos – como se identificam entre eles e conseguem entender a dor de cada um?

Famílias inteiras envolvidas em pedofilia, publicações pornográficas e prostituição infantil – pais e mães sabendo ou não?  Participando ou não?  Encorajando ou não?

Filhos ainda amando suas mães, mesmo após tudo o que fizeram.

Justamente aquelas pessoas que deviam estar tomando conta das crianças…  Não há como se saber quantas crianças confiaram nele, e quantas crianças foram por ele traídas.

Mesmo no leito de morte, uma exploradora de menores, com uma mente distorcida, pode sentir prazer na dor de seu filho…

Será que Lena Adams vai conseguir ultrapassar a violência que sofreu ou vai sucumbir na escuridão do desespero? (leia a resenha sobre o livro Cega – Blindsighted, da mesma autora – https://houseofthrillers.wordpress.com/2011/10/01/cega-blindsighted-%e2%80%93-karin-slaughter-%e2%80%93-serie-grant-county-1/?preview=true&preview_id=744&preview_nonce=b4e0719769 ).

Nas últimas horas, Sara vinha tentando arrumar o corpo do bebê que Jenny tinha deixado no banheiro e dentro da mochila vermelha.  Usando pequenas suturas, Sara tentava reunir os pedaços, para que tivessem a aparência de uma criança…

Vire a página para entrar no mundo escuro e distorcido de Karin Slaughter – assim inicia o nosso livro de hoje – e é o melhor resumo que posso oferecer sobre a autora.

Assista ao vídeo mais estranho que já vi, sobre uma escritora – Karin Slaughter entrevistada numa inusitada sauna (acho que na Finlândia):

 

Karin Slaughter

Karin Slaughter é uma autora de livros policiais, que estreou com o seu romance Cega em 2001. Publicado em quase 30 idiomas, tornou-se um sucesso internacional e entrou para o Dagger Award como “Melhor Thriller Debut “de 2001. Comparada a craques da literatura policial como Thomas Harris (resenhas em https://houseofthrillers.wordpress.com/category/thomas-harris/ ) e Patricia Cornwell (resenhas em https://houseofthrillers.wordpress.com/category/patricia-cornwell/ ), Karin Slaughter já mostra todo seu grande potencial neste livro de estréia.  Slaughter nasceu em uma pequena comunidade ao sul da Geórgia, e agora reside em Atlanta. Desde pequena, dedica-se a escrever romances e contos.

Outras resenhas de livros deKarin Slaughter, aqui no House of Thrillers:  https://houseofthrillers.wordpress.com/category/karin-slaughter/

Acompanhe a escritora Karin Slaughter:

Site: www.karinslaughter.com  

Facebook: www.facebook.com/karinslaughter

Twitter: @karinslaughter

Grupo de discussão no Skoob, sobre a autora: http://www.skoob.com.br/grupo/261-loucos-por-medicas-legistas

Anúncios

Deixe seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s