O cavalo amarelo (The pale horse) – Agatha Christie

Publicado: 30 de julho de 2011 em Agatha Christie
Tags:

Editora: Record

“E eu olhei, e vi um cavalo amarelo; e seu nome era Morte, e o Inferno o seguia. – Revelações 6:8

Quando um velho padre é assassinado após ouvir uma confissão, alguém some com as informações do processo sobre a vítima.  O que será que estavam procurando esconder ou revelar?  E o que será que a mulher agonizante confidenciou ao padre em seu leito de morte algumas horas antes?

Talvez as 3 mulheres que dirigem o bar “O Cavalo Amarelo” e que parecem versadas nas artes mágicas, possam dar algumas respostas.

O termo “Cavalo amarelo” também é o nome de uma organização cujo objetivo é o assassinato – ligada à Máfia ou a qualquer outro grupo de gangsters.  Na verdade, esse termo é tirado da Biblia: Revelações 6:8 “E eu olhei, e vi um cavalo pálido; e seu nome era Morte, e o Inferno o seguia.”

O jovem historiador e escritor Easterbrook toma um café numa lanchonete no bairro de Chelsea em Londres e presencia uma discussão entre duas jovens, que termina em pancadaria.  Um tufo de cabelos é arrancado de uma delas (Thomasina Tuckerton) e uma semana depois, ela aparece morta.  Easterbrook segue sua vida e encontra uma velha amiga, que viajava pelo pais, para visitar seu sobrinho.

Uma lista de nomes de pessoas já mortas ou marcadas para morrer, é encontrada dentro de um sapato do padre, incluindo o nome do delegado de polícia..

Temos muita bruxaria misturada com assassinatos.  Este é um livro sobre a realidade do mal, na vida dos homens.  E sobre o tipo de pessoas que vivem de destruir a vida de outros.  E sobre as forças que os dirigem.

Agatha Christie nos coloca sua opinião muito esclarecedora, de que o mal é a pequenez dos homens que tentam fugir da mediocridade de suas vidas – uma opinião muito mais interessante do que a de alguns filósofos da modernidade.

Agatha Christie

Nascida Agatha Mary Clarissa Miller, em 15 de setembro de 1890, Agatha May Clarissa Mallowan, adotou o sobrenome de seu primeiro marido, Archibald Christie, e é conhecida pelo mundo como a Rainha do Crime.  Nasceu em Devon, na Inglaterra, filha de pais cultos e inteligentes.  Cursou uma “escola para moças” em Paris e durante a 1ª Guerra Mundial, foi voluntária na Cruz Vermelha.

Ela é a autora mais publicada de todos os tempos em qualquer idioma, somente ultrapassada pela Bíblia e por Shakespeare. Agatha é a autora de oitenta romances policiais e coleções de pequenas histórias, dezenove peças e seis romances escritos sob o nome de Mary Westmacott. Foi pioneira ao fazer com que os desfechos de seus livros fossem extremamente impressionantes e inesperados, sendo praticamente impossível ao leitor descobrir quem é o assassino. 

Outras resenhas de livros de Agatha Christie, aqui no House of Thrillers: https://houseofthrillers.wordpress.com/category/agatha-christie/

Acompanhe a escritora: http://www.agathachristie.com
 

Responda no comentário:

Qual o livro da Agatha Christie que você mais gosta?

Anúncios

Deixe seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s