Arquivo de agosto, 2012


Editora: Companhia das Letras

Neste livro, por exemplo, o romance entre Kenzie e Gennaro começa a esquentar.

    Uma bela mulher em depressão, desaparece sem deixar vestígio, assim como o detetive contratado para encontrá-la, o mentor de Patrick Kenzie, Jay Becker.

            Entram em cena, os detetives particulares Patrick Kensie e Ângela Gennaro, nossos já conhecidos desde Um drink antes da guerra (resenha no blog: https://houseofthrillers.wordpress.com/2012/11/24/um-drink-antes-da-guerra-a-drink-before-the-war-dennis-lehane-serie-patrick-kenzie-e-angela-gennaro-1/?preview=true ).

            Nascidos e criados nas ruas de Boston, eles acham que já viram de tudo, e sobreviveram; mas esse caso os leva a um território inesperado, onde nada é sagrado – uma terra de mentiras e corrupção, onde confiar em alguém pode significar a morte… onde cada passo pode ser o último.

O bilionário Trevor Stone contrata a dupla, para encontrar sua filha Desirée, que não é assim tão meiga e suave, quanto seu pai a pintou para os detetives.

            Eles seguem uma trilha até Tampa, na Florida, após o encontro com uma seita religiosa que pode estar envolvida com os desaparecimentos.

            Cada pessoa que eles encontram, acrescenta mais uma informação confusa e conflitante ao caso. (mais…)


Editora: L&PM

Mera coincidência?

  Luke Fitzwilliam é um jovem policial que acabou de voltar para a Inglaterra, depois de vários anos trabalhando no exterior.

Quando ele toma um trem a caminho de Londres, começa uma conversa com uma senhora idosa, a Sra. Lavinia Fullerton, que o faz lembrar-se de uma de suas tias.

Ela conta uma estranha estória de assassinatos que estão ocorrendo em sua cidade, dando detalhes dos crimes e dizendo que ela está a caminho da Scotland Yard para tentar parar o assassino, antes que mais mortes aconteçam.

Luke a escuta, mas não acredita na afirmação de Miss Pinkerton de que um serial killer está atacando na calma cidade de Wychwood Under Ashe, e que o médico local é o próximo da lista.

Logo ele chega a Londres e esquece toda a conversa.

Porém, em questão de horas, a própria Miss Pinkerton morre num acidente de carro, logo após a chegada na estação.

Mera coincidência? (mais…)


Editora: Harpertorch

“Karin Slaughter is a fearless writer.  She takes us to the deep, dark places other novelistas don´t dare to go.” – Tess Gerritsen

 Neste livro 4 da série Grant County, a doublê de pediatra/legista Sara Linton e o delegado Jeffrey Tolliver ainda estão separados – mas doidinhos para alguma coisa acontecer para ficarem juntos novamente.

A policial Lena Adams está morando da casa de Nan, a companheira de sua falecida irmã Sibyl, assassinada no primeiro livro da série, Cega (resenha no blog: https://houseofthrillers.wordpress.com/2011/07/23/cega-blindsighted-%e2%80%93-karin-slaughter-%e2%80%93-serie-grant-county-1/), parece em bons termos com seu tio Hank.

Mas como não se emenda, continua se encontrando com o Ethan – o estudante aprendiz de valentão, que conheceu em Frio na Espinha (A faint cold Fear) – (resenha no blog: https://houseofthrillers.wordpress.com/2011/09/03/frio-na-espinha-a-faint-cold-fear-%e2%80%93-tess-gerritsen-%e2%80%93-serie-grant-county-3/) e continua apanhando dele, apesar de, em serviço, ser mais durona que seus companheiros homens.

Só que, desta vez, ela está grávida…. (mais…)


Editora: Companhia das Letras

“Somos humanos, portanto, somos o caos.”

            O novo mestre do thriller noir, Dennis Lehane evoca de forma digna e magnífica, a selvageria da classe trabalhadora de Boston, nesta estória de redenção.

       Patrick Kenzie e Ângela Gennaro, a dupla de detetives particulares que nos foi apresentada através do livro Um drink antes da guerra (resenha no blog: https://houseofthrillers.wordpress.com/2012/11/24/um-drink-antes-da-guerra-a-drink-before-the-war-dennis-lehane-serie-patrick-kenzie-e-angela-gennaro-1/?preview=true ),  tem como cliente, uma famosa psiquiatra de Boston, Diandra Warren, que está fugindo apavorado, de uma vingança da máfia irlandesa.

            Uma de suas pacientes, Moira Kenzie, disse que tinha sido estuprada por Kevin Hurlihy, um membro sociopata da máfia irlandesa, que cresceu nas vizinhanças de Patrick e Ângela.

            Nascidos e criados nas ruas de Dorchester, a dupla já viram tudo de escuridão na vida, mas o mal que os espera não os pega prevenidos, libertando segredos há muitos anos escondidos e criando uma cadeia de assassinatos violentos. (mais…)


      Editora: Nova Fronteira

Uma senhora idosa foi envenenada em sua casa de campo.

Todos culparam o acidente que Emily Arundell havia sofrido antes, em uma bola de borracha deixada na escada, por seu cãozinho de estimação, Bob – a única testemunha (dumb witness).

Mas, quanto mais ela pensava sobre o assunto, mais convencida ela ficava de que um de seus parentes estava querendo matá-la.

Em 17 de abril, ela escreveu sobre suas suspeitas, numa carta a Hercule Poirot. Misteriosamente, ele não recebeu a carta até 28 de Junho. – se fosse hoje em dia, né????

… E quando ele recebe a carta, Emily já estava morta.

Poirot perde uma cliente tem todos os ingredientes de uma estória de Agatha Christie: um assassinato doméstico que pode ter sido cometido por qualquer uma das várias pessoas próximas a vítima; a charmosa vida numa cidadezinha do interior da Inglaterra; uma senhora idosa e rica; um veneno fatal; traições e ciúmes; e muitas, muitas pistas. – Elas estão lá – só nos cabe descobrir.

Poirot entra no caso de uma forma um tanto diferente: já que ele ainda a considera uma cliente, mesmo já tendo morrido, está determinado a provar que sua morte não foi acidental; e sim, um assassinato frio e cruel.

As pistas levam a uma bela dama da sociedade local, um simpático cientista, um criado fiel, e uma dupla de especialistas em ocultismo.

Acontecem manifestações espirituais e o reflexo de um broche, num espelho, são importantes fatos para a solução do mistério. (mais…)