Ice Hunt – James Rollins

Publicado: 22 de junho de 2013 em James Rollins
Tags:,

ICE_HUNT_1369509037PIce Hunt é uma delícia de entretenimento!

                                    Escavada por dentro de um iceberg móvel, duas vezes o tamanho dos Estados Unidos e da altura de um monte Everest ao contrário, a Estação Polar Grendel foi abandonada por mais de 70 anos, no Alaska.

Por iniciativa das mentes mais brilhantes da antiga União Soviética, foi planejada para ser inacessível e invisível.

Mas um submarino de pesquisas norte-americano, com o Capitão Gregory Perry, e os cientistas Oskar Willig e Amanda Reynolds, entre outros, acabou chegando perto demais da base que deveria permanecer secreta – e alguma coisa viva foi avistada na aparentemente deserta estação. Alguma coisa cuja sobrevivência desafia qualquer lei da natureza.

É dado início à corrida para apagar os vestígios dos horrores que aconteceram nos laboratórios de pesquisa da Estação, e para conseguir resgatar os valiosos segredos científicos ainda lá escondidos.

E agora, quando cientistas, soldados, agentes da CIA e civis, são envolvidos pela força letal de Grendel, as providências mais extremas deverão ser tomadas – pois as terríveis verdades que se escondem por trás das paredes de gelo e aço submersas, podem levar ao fim da vida humana sobre a Terra.

Matthew Pike é um guarda de caça e pesca, que trabalha catalogando a população de ursos na remota Brooks Range, nas montanhas do Alaska, com seu cão Bane (descendente de lobos treinado para resgates).  Mas ele foi, também, um boina-verde, durante a guerra da Somália, o que vem a ser tornar extremamente útil quando os problemas literalmente caem do céu, na forma de um desastre de avião, com um jornalista norte-americano do Seattle Times, sobrevivente e misterioso, Craig Teague, e alguns perigosos perseguidores russos.

Depois de fugirem de seus perseguidores, Matthew e Craig chegam na cabana de caça da ex-mulher de Matt, Jennifer Aratuk, delegada das tribos nativas – uma descendente de esquimós Inuit, mãe do único filho deles, Tyler, morto acidentalmente, nos lagos congelados.

Enquanto isso, um almirante russo, Viktor Petkov, filho do cientista que havia dirigido a Estação Polar Grendel, prepara-se para alterar a história mundial, explodindo uma arma nuclear, no Pólo Norte, que poderá dar início a uma grande inundação em todo o planeta.

Os cientistas e soldados norte-americanos conseguem chegar até a Estação Polar e investigam o quarto nível de túneis e labirintos escavados no gelo.

A Dra. Amanda Reynolds: perdeu sua capacidade de audição quando tinha 13 anos, num acidente de carro – tal condição se mostrará bastante perigosa durante a aventura.

Russos e norte-americanos lutam pelo privilégio de trazer à tona ou de enterrar para todo o sempre, o segredo da Estação Polar russa, enquanto precisam combater predadores pré-históricos famintos de carne fresca, há milênios.

05_ice_hunt_readers_guide_coverCHOQUE DE REALIDADE, de acordo com o Guia de leitura do livro, recentemente disponibilizado pelo escritor:

  • Um artigo no Jornal Toronto Daily Star, de 23 de novembro de 1937 relata o desaparecimento da população de toda uma vila esquimó, na região dos Northern Lakes.
  • Preservação no gelo: as pessoas que precisam de um transplante de órgãos, utilizam a preservação no gelo – criogenia – que tem sido estudada também em animais.  Há quem acredite que alguém que sofre de uma doença atualmente incurável possa vir a ser congelada e ressuscitada mais tarde, quando a cura para a doença tiver sido descoberta – há quem diga que Walt Disney e Kennedy se encontram nesse processo.

 

  • Grendel

    Grendel

    Estação Polar Grendel – Grendel é o nome do monstro no poema épico medieval anglo-saxão Beowulf  (relacionado aos trolls da mitologia nórdica) – e dos estranhos mamíferos carnívoros pré-históricos, encontrados congelados, porém ainda vivos, por conta de uma questão de açúcar em glândulas especiais, como as de certas espécies de tartarugas e rãs – uma forma de animação suspensa.

 

 

 

 

  • wolverine

    wolverine

    Logo no início do livro, Matthew está lutando com um wolverine – nome em inglês do animal glutão ou carcaju – um mamífero carnívoro que vive no  Hemisfério Norte.  O personagem Wolverine, dos quadrinhos da Marvel, deve o seu codinome ao glutão.

 

 

 

  • Pesquisas médicas com uso de cobaias humanas – tudo real, como no caso da sífilis nos 200 membros da tribo africana Tuskegee em 1932, no caso da malária nos 400 encarcerados de Chicago em 1940, no caso da epidemia de peneumonia provocada por uma bactéria espalhada propositalmente em São Francisco em 1950, no caso  da liberação de mosquitos infectados com febre amarela na Georgia e na Florida em 1956, no caso dos prisioneiros da Filadélfia sujeitos ao Agente Laranja em 1965, no caso da vacina experimental contra rubéola para 150 bebês negros e hispânicos em 1990, e no caso dos prisioneiros do Texas e da Florida testados com os agentes biológicos usados na Guerra do Golfo em 1995/1996. E assim continua…

Gosto quando o livro de aventura, traz mapas – e esse nos apresenta a região ártica, e uma esquema da Estação Polar Grendel – com seus cinco níveis circulares.

Há uma lista de personagens com breve apresentação – até agora não vi nenhum outro livro do James Rollins, que traga essa lista – acho muito útil.

the-last-oraclekowÉ nessa lista que ficamos sabendo da existência de Joe Kowalski – marinheiro especializado em demolições – e que aparece pela primeira vez em O último oráculo (resenha no blog: https://houseofthrillers.wordpress.com/2013/03/02/the-last-oracle-james-rollins-serie-forca-sigma/#more-407) e no conto Kowalsy in love (resenha logo adiante, no blog).  Kowalski, atualmente, é integrante da Força Sigma (resenhas dos livros da Força Sigma, no blog: https://houseofthrillers.wordpress.com/?s=for%C3%A7a+sigma ).419291_10150602117478229_21898023228_9215588_26010055_n

 

 

O escritor James Rollins retoma seu lugar de comandante de uma montanha-russa (é assim que me sinto lendo seus livros), e descreve o meio ambiente polar de forma tão vívida, que o leitor pode ouvir o vento gélido e sentir o frio cortante.  Seus personagens, heróis ou vilões, são detalhadamente desenvolvidos e tridimensionais (às vezes nos pegamos entendendo e defendendo suas atitudes), mas é a ação e a aventura que nos encanta em seus livros.

Eu me descobria rindo de puro prazer – ou sem fôlego – durante várias das cenas tensas ao ar livre, nas geleiras e, principalmente, na cena do terrível fim do vilão – pior do que a morte, com toda a certeza.

Os livros de James Rollins vão da categoria de Muito Bons e Espetaculares – ao ler podemos visualizar as cenas, como se estivéssemos assistindo a um filme – e Ice Hunt é uma delícia de entretenimento que vale cada virada de página!

Book Trailer:

http://www.youtube.com/watch?v=tVoAYcQysyc

Anúncios

Deixe seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s