Kowalski’s in Love – James Rollins

Publicado: 6 de julho de 2013 em James Rollins
Tags:, ,

kowConto integrante do livro Thriller, organizado por James Patterson

                        Meu escritor de aventuras favorito, James Rollins (resenhas de seus livros no blog: https://houseofthrillers.wordpress.com/category/james-rollins/ ), também escreveu um conto chamado Kowalski’s In Love, apresentado, pela primeira vez, no livro Thriller – compilação de contos policiais, por James Patterson. O livro é uma coletânea de 32 contos de autores famosos de thrillers, incluindo Man Catch, de Christopher Rice (autor de The Moonlit Earth – resenha no blog:  https://houseofthrillers.wordpress.com/2012/07/28/the-moonlit-earth-christopher-rice/), e  The Tuesday Club, de Katherine Neville (autora de O enigma do oito – resenha no blog: https://houseofthrillers.wordpress.com/2012/01/14/o-enigma-do-oito-the-eight-katherine-neville/).

419291_10150602117478229_21898023228_9215588_26010055_nO conto Kowalski´s in love apresenta formalmente o personagem de Joe Kowalski ao leitor contumaz da Força Sigma, do qual ele começa a ser integrante a partir do livro O último oráculo (resenha no blog: https://houseofthrillers.wordpress.com/2013/03/02/the-last-oracle-james-rollins-serie-forca-sigma/#more-407 ).

Antes desse incidente, e antes de entrar na Força Sigma, Kowalski tinha servido em um submarino de pesquisa da Marinha, o Polar Sentinel, durante uma missão especialmente perigosa, no Ártico [Ice Hunt – resenha no blog: https://houseofthrillers.wordpress.com/2013/06/22/ice-hunt-james-rollins/].

Menos intelectual do que os outros agentes da Força Sigma, um marinheiro de coração, ele prefere mais os mares abertos do que os vôos longos. Ele é apreciador de bebidas, doces, charutos, bons sapatos. . . e, ursos de pelúcia, embora ele insista que este último item é para sua namorada. Kowalski está envolvido com Elizabeth Polk, uma antropóloga brilhante que ele encontrou pela primeira vez durante uma operação da Sigma, há alguns anos [O último oráculo].

No conto, o marinheiro Joe Kowalski nada até uma pequena ilha, depois de seu barco ter sido explodido por um vazamento de gás.  Lá ele encontra a Dra. Shay Rosauro, que o informa da ilha estar infectada por um vírus transgênico, e que serão bombardeados pela Marinha Brasileira às 9 horas – menos de meia hora.  A própria Dra. Shay só tinha retornado á ilha para pegar antídotos para o vírus – um helicóptero de salvamento agendado para resgatá-la às 8:55 horas.  Entretanto, a ilha está cheia de armadilhas e Shay cai em uma delas, quebrando a perna.  Kowalski se oferece para pegar o antídoto enquanto Shay continua a operação evacuação.  Mas cai em outra armadilha no caminho.  Kowalski se depara com Gabriella Salazar, uma mulher que também está buscando o antídoto.  Kowalski mata Gabriella em legítima defesa, recuperando o antídoto.  O helicóptero já levantou vôo da ilha, mas há um barco em que Gabriella ia fugir – Kowalski e Shay, então…

– Estorinha xinfrim, né?

– Bem, porque Marinha Brasileira?  Tenho de me lembrar de perguntar a James Rollins em seu twitter.

Anúncios

Deixe seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s