Eu sei o que você está pensando (Think of a number) – John Verdon – série Dave Gurney 1

Publicado: 10 de agosto de 2013 em John Verdon
Tags:, ,

EU_SEI_O_QUE_VOCE_ESTA_PENSANDO_1309637751Pthink of a numberUma obra-prima do suspense, é um thriller que não será esquecido facilmente.

Em uma estréia sensacional, Eu sei o que você está pensando (Think of a Number) é um thriller que vai se desenvolvendo cada vez mais densamente e assustadoramente, à medida que seu ritmo acelera, forçando seus personagens perturbados, a momentos de impactantes auto-revelações.
Umas cartas perturbadoras estão chegando pelo correio há semanas, com uma simples declaração: “Pense em um número qualquer… grave-o… agora descubra como eu sei os seus segredos.”
Estranhamente, aqueles que seguem as instruções, descobrem que a tal pessoa que enviou a carta, fez uma previsão correta quanto á sua escolha do número.
Para Dave Gurney, recém-aposentado como um famoso investigador de homicídios da polícia de Nova Yorque e tentando uma vida nova com sua esposa Madeleine, na zona rural da cidade, as cartas são um quebra-cabeças que vai se transformando numa grande investigação sobre um serial killer.
A polícia está se confrontando com um assassino que gosta de rimas em suas ameaças, cuja atenção por detalhes é muito forte, e que possui enorme habilidade de desaparecer no ar.
“Sei o que você pensa, quando pisca, onde esteve, onde estará, você e eu temos um compromisso, lembre-se disso.”

Mais estranha ainda, é sua escala de ambições, que cresce à medida que os eventos se desenvolvem.
Dave Gurney é chamado para atuar como consultor na investigação, que envolve como primeira vítima aparente, um ex-colega de colégio com quem perdeu o contato, Mark Mellery, e que hoje em dia é um famoso guru de auto-ajuda, e logo consegue descobrir pistas importantes para a polícia.
“Para sermos felizes e livres, devemos compreender o verdadeiro significado dos papéis que representamos e lançar luz sobre nossas necessidades ocultas.” – Mark Mellery
Enquanto isso, seu passado trágico, com a morte do filho, continua a assombrá-lo, e seu casamento está à beira do precipício, já que sua esposa é contra a sua volta à atividade policial. Porém, são os conselhos e insights dela que são cruciais – o que me faz pensar que Dave não é um investigador tão brilhante assim.
Dave também tem um hobby estranho, de criação artística, manipulando fotos reais de assassinos famosos capturados, com a intenção de revelar a natureza dessas pessoas – creepy.
Uma obra-prima do suspense, Eu sei o que você está pensando (Think of a Number) é um thriller que não será esquecido facilmente.
Mas… mas… Fala sério – como é que um renomado e experiente detetive faz uma besteira dessas de postar uma carta para o suspeito, de um posto do correio perto de sua casa? Tsc, tsc, tsc…
E como é que ele vai descendo, assim, sem nenhuma preocupação, uma escada que leva ao porão de um suspeito, com o tal suspeito do outro lado da porta? Tsc, tsc, tsc de novo…

Caribdis e Cila

Caribdis e Cila

Como curiosidade: O pseudônimo do assassino, Caríbdis, era um monstro marinho protetor de limites territoriais no mar. Em outra tradição, seria um turbilhão criado por Poseidon. Na tradição mitológica grega, Caríbdis era habitualmente relacionada a Cila, outro monstro marinho. Os dois moravam nos lados opostos do estreito de Messina, que separa a Itália da Sicília, e personificavam os perigos da navegação perto de rochas e redemoinhos.

Alguns exemplos de assassinos que foram objeto da criação artística de Dave:

David Richard Berkowitz

David Richard Berkowitz

David Richard Berkowitz, também conhecido como O Filho de Sam, é um serial killer norte-americano, que aterrorizou a cidade de Nova Yorque de 1976 a 1977, até ser preso. Ao ser preso, Berkowitz confessou o assassinato de seis pessoas e os ferimentos em sete outras. Ele continua a cumprir pena por seus crimes, ainda dizendo que era dominado por um domônio que possuíra um cachorro da vizinhança e que lhe ordenava a cometer seus crimes. Foi aprovada uma lei chamada de: Lei Filho de Sam, quando Berkowitz recebeu grandes quantias de dinheiro pela publicação de sua história. Pela nova legislação, o estado é autorizado a receber todo o dinheiro arrecadado pelo criminoso por cinco anos, a fim de destiná-lo para compensar as vítimas.

Jeffrey Lionel Dahmer

Jeffrey Lionel Dahmer

Jeffrey Lionel Dahmer foi um serial killer norte-americano, que assassinou 17 homens e garotos entre 1978 e 1991. Seus crimes eram particularmente hediondos, envolvendo estupro, necrofilia e canibalismo.
“I know society will never be able to forgive me. I know the families of the victims will never be able to forgive me for what I have done. I promise I will pray each day to ask for their forgiveness when the hurt goes away, if ever. I have seen their tears, and if I could give my life right now to bring their loved ones back, I would do it.”– Jeffrey Dahmer

 

 

 

Charles Manson 2011

Charles Manson 2011

Charles Manson 1968

Charles Manson 1968

Charles Milles Manson, é o fundador, mentor intelectual e líder de um grupo que cometeu vários assassinatos, entre eles o da atriz Sharon Tate, esposa do diretor de cinema Roman Polanski. Em 1968, ele formou uma comunidade alternativa com um grupo de amigos e admiradores, conhecidos como a Família Manson. Esses jovens, eram homens e mulheres de famílias ricas, que não tinham bom relacionamento com seus familiares e que por isso passaram a morar nas ruas da Califórnia. Alguns dos admiradores de Manson o consideravam uma reencarnação de Jesus Cristo – uma analogia a ele abrir a vida dos jovens para “novos horizontes”.
Charles Manson em 2011, aos 76 anos,
na Prisão Estadual de Corcoran.

Booktrailer:

Anúncios

Deixe seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s