O santuário (The Sanctuary) – Raymond Khoury

Publicado: 16 de novembro de 2013 em Raymond Khoury
Tags:

O_SANTUARIO_1228407860PO grande número de vilões alimenta a imaginação dos leitores que gostam de tramas inspiradas em conspirações históricas

       O que você acha de viver 3 vezes mais do que as pessoas normais? Isso traria felicidade? Ou traria mais problemas?

Neste interessante thriller histórico, o escritor Raymond Khoury tenta responder a essas perguntas, oferecendo uma trama que envolve o elixir da vida eterna.

Nápoles, 1750.

No escuro da noite, três homens com espadas entram no palácio de um marquês.

O líder dos intrusos, o príncipe de San Severo, acusa o tal marquês de ser um impostor e exige a confissão de um segredo.

Durante a luta que se segue, o falso marquês escapa, deixando para trás o palácio em chamas e o príncipe enlouquecido e agora obcecado em achar seu antagonista, a qualquer custo.

Baghdad, 2003.

Uma unidade do exército norte-americano que está a procura dos homens de Saddam Husseim, faz uma terrível descoberta: um laboratório escondido, totalmente equipado, onde dezenas de homens, mulheres e crianças, mortos após experiências apavorantes. O cientista misterioso que eles procuram, conhecido como o Hakeem (o médico), escapa levando com ele a verdade sobre seu trabalho no laboratório.

Algumas pistas são deixadas para trás, gravadas na parede de uma das celas da prisão subterrânea: um símbolo circular de uma cobra comendo o próprio rabo – o ouroborus.

O_LTIMO_TEMPLARIO_1230598841PAssim começa o novo thriller de Raymond Khoury (resenha de seu primeiro livro, O Último Templário, no blog: https://houseofthrillers.wordpress.com/2013/11/09/o-ultimo-templario-the-last-templar-raymond-khoury/), que coloca duas mulheres no centro da ação, em busca de uma trilha perigosa de antigos artefatos.

Em idas e vindas do passado para o presente, um bravo herói tenta descobrir a verdade sobre uma conspiração que vários indivíduos matam para proteger.

Quando a professora de arqueologia Evelyn Bishop é seqüestrada, sua filha Mia procura o segredo dos artefatos que estão ligados ao crime. Sua odisséia a leva a vários quadrantes da história e colocam sua vida em risco.

A ação acontece, em sua maior parte, no Iraque, mas também viaja pelo Líbano e pela Itália do século XVIII.

O grande número de personagens inclui muitos vilões que alimentam a imaginação dos leitores que gostam de tramas inspiradas em conspirações históricas.

O_CODIGO_DA_VINCI_1244377694PO_PENDULO_DE_FOUCAULT_1263584430PNeste mesmo estilo de trama, no nosso blog, já temos resenhas de: O Código Da Vinci, de Dan Brown https://houseofthrillers.wordpress.com/2012/12/22/o-codigo-da-vinci-the-da-vinci-code-dan-brown/ , O testamento dos séculos, de Henry Loevenbruck https://houseofthrillers.wordpress.com/2011/03/05/159/ , A conspiração Franciscana, de John Sack https://houseofthrillers.wordpress.com/2011/01/22/a-conspiracao-franciscana/, O enigma do Oito e O Fogo, de Katherine Neville https://houseofthrillers.wordpress.com/category/katherine-neville/ , O código dos justos, de Sam Bourne https://houseofthrillers.wordpress.com/2013/04/20/o-codigo-dos-justos-the-righteous-men-sam-bourne/ , e o meu favorito, O pêndulo de Foucault , de Umberto Eco, https://houseofthrillers.wordpress.com/2011/10/15/o-pendulo-de-foucault-foucaults-pendulum-umberto-eco/ .

 As comparações com outros livros são inevitáveis – alguns melhores, outros piores. Porém Khoury também apresenta a doença de Dan Brown, quando força a credibilidade do amigo leitor, como fatos reais, para fatos meramente ficcionais ou baseados em especulações.

Anúncios

Deixe seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s