Arquivo da categoria ‘Harlan Coben’


CONFIE_EM_MIM_1259105514PEditora: Sextante

Os pais irão achar este livro perturbador.

Preocupados com o comportamento cada vez mais distante de seu filho Adam, de 16 anos, após o suicídio de seu melhor amigo (Spencer), Mike e Tia Baye decidem instalar programas de monitoramento no computador do garoto.  O programa mostra todos o sites visitados, todos os emails trocados, mas cada tecla apertada os leva a locais mais profundos num labirinto de violência, que pode destruir a todos.

A mãe de Spencer encontra provas que levam a suspeitas de que seu filho não estava sozinho, por ocasião do suposto suicídio.

Um matador sádico está em ação.  Duas mulheres são assassinadas e esses acontecimentos se cruzam com os anteriores, de forma trágica e violenta.  Porém esses fatos são menos assustadores do que os problemas triviais que podem lançar nossas vidas no abismo do caos.

Qualquer pessoa pensaria que as vitimas da violência teriam aversão a qualquer espécie de agressão – mas violência gera violência, não só pela retaliação – uma criança violentada tem grandes chances de um dia vir a violentar crianças também – o filho que vê o pai espancar a mãe tem grandes chances de ser um espancador de mulheres, mais tarde.

Um paciente de Mike Baye está precisando de um transplante de fígado; e a mãe guarda um segredo devastador.

Um pai tem de lidar com o fato de que não pode evitar que sua filha seja afetada, após um comentário infeliz feito por um professor, tornando a vida dela um inferno, na sala escola.

Confie em mim é um convite à reflexão sobre temas profundos de hoje em dia, como a facilidade de acesso a informações na internet, e limites no relacionamento entre pais e filhos.  (mais…)

Anúncios

SEM_DEIXAR_RASTROS_1346451679PFADE_AWAY_1309393342PO texto é tão raso e vulgar, com diálogos tão fracos que às vezes me peguei rindo alto sozinha

Neste terceiro livro da série, Myron é contratado pelo dono do time New Jersey Dragons, para descobrir o paradeiro do astro do basquete, Greg Downing, antes que a imprensa fique sabendo e ele perca um contrato publicitário milionário.

Eles se conhecem há muito tempo e já foram rivais no amor de uma mulher, Emily, hoje ex-esposa de Greg.

Na casa de Greg, Myron encontra uma grande mancha de sangue no porão. E quando descobre o corpo de uma mulher ainda não identificada, começa a ser desvendado o estranho e violento mundo do esporte profissional.

Myron se encontra frente a um passado que não pode nem deve ser revivido, e um presente ao qual ele pode não sobreviver.

Ele tem a chance de voltar a jogar basquete profissionalmente, depois de 10 anos afastado por uma contusão, mesmo que seja somente para se infiltrar no time e descobrir onde está Greg Downing.

Bom, devo dizer que desisto dessa série – só vou ler o livro 4: Back Spin (O preço da vitória) porque já o tenho em mãos.

Quebra de Confiança

Quebra de Confiança

Até gostei do primeiro, Quebra de confiança, mas prefiro os thrillers isolados, mais cerebrais de Harlan Coben.

O livro é cheio de clichês – truques tão velhos quanto andar para trás, como conseguir o código para ouvir as mensagens da secretária eletrônica e rediscar o último número do telefone.

O texto é tão raso e vulgar, com diálogos tão fracos que às vezes me peguei rindo alto sozinha – como no trecho sobre a tese da galinha degolada (pág.69 da edição em português) – nem me peçam para explicar – só lendo.

 

Vídeo em que Harlan Coben fala sobre o protagonista da série, Myron Bolitar:

Harlan Coben

Harlan Coben é autor de mais de 15 livros e vencedor de vários prêmios – sendo o únic escritor a ganhar o Shamus, o Anthony e o Edgar Allan Poe. Aclamados pela crítica, seus últimos lançamentos chegaram ao topo das listas de mais vendidos, dos principais veículos de comunicação do mundo. Os livros de Coben já foram traduzidos para mais de 20 idiomas. Atualmente o autor vive com a mulher e os quatro filhos, em Nova Jersey.  Aclamado na França como “o mestre das noites em claro”.Site: http://www.harlancoben.comFacebook: http://www.facebook.com/media/set/?set=a.1403961430909.2053515.1588575676#!/harlan.coben / http://www.facebook.com/harlancobenbooks?ref=ts&sk=wallTwitter:@HarlanCoben – http://twitter.com/#!/HarlanCoben

Grupo de discussão no Skoob, sobre o autor: http://www.skoob.com.br/grupo/572-harlan-coben


JOGADA_MORTAL_1328833166PDROP_SHOT_1356144845PComo todos da série Myron Bolitar, este livro é lento e entediante – o que se salva é o relacionamento da dupla Myron/Win.

Myron Bolitar, o protagonista desta série, é um ex-astro do basquete americano da NBA, que fez carreira a partir do time da universidade.

Após atingir o ápice de sua carreira, um acidente durante um jogo o tirou dos campos para sempre. Fraturas múltiplas, cadeira de rodas, muletas, bengala, um andar arrastado…

Após uma breve passagem como agente do FBI, hoje, apesar de formado em Direito, Myron é um empresário de jovens atletas em ascenção – o que o faz ter de se meter em suas vidas – às vezes, fundo demais.

O sarcasmo em pessoa, cínico, mas apaixonado pelo que faz, com um coração mole, dá sempre um toque de leveza nas partes mais tensas da trama, rindo de seus inimigos com piadas inteligentes e deixando-os desconcentrados, com incoerentes citações de escritores e teatrólogos famosos – Shakespeare é seu preferido.

            A série onde o protagonista é o agente esportivo viciado em achocolatados, Myron Bolitar, se inicia com o livro “Quebra de confiança” (Deal breaker).

           Neste segundo livro da série, uma jovem tenista é assassinada a sangue frio.

Quando Myron Bolitar investiga o crime, sempre ajudado por seu fiel escudeiro, o milionário aristocrático Win Lockwood (Windsor Horne Lockwood III), e por sua sócia (e ex-lutadora de luta livre) Esperanza, ele descobre uma conexão com um crime de seis anos atrás, ocorrido em um clube privê. Um atleta agenciado por ele pode estar envolvido no crime, ou ter algum conhecimento sobre o caso.

Um Senador, uma mãe ciumenta e a máfia completam o cenário que pode fazer com que Myron corra um grande perigo.

Entretanto…

… o mistério da trama é quase nulo e a identidade do assassino é evidente muito antes do final do livro.  O policial Rolly Dimonte, retratado no livro, é estúpido e teimoso e a namorada de Myron, é intensamente odiada por Esperanza e pela mãe de Bolitar.

Como todos da série Myron Bolitar, este livro é lento e entediante – o que se salva é o relacionamento da dupla Myron/Win.

Os 10 livros da série Myron Bolitar:

Quebra de Confiança

Quebra de Confiança

Book 1: Deal Breaker (Quebra de confiança – resenha no blog: https://houseofthrillers.wordpress.com/2012/02/17/quebra-de-confianca-deal-breaker-harlan-coben-serie-myron-bolitar-1/ ).

Book 2: Drop Shot (Jogada mortal – é a atual resenha)

Sem deixar rastros

Sem deixar rastros

Book 3: Fade Away (Sem deixar rastros – é a próxima resenha – logo a seguir)

Book 4: Back Spin (O preço da vitória – resenha em breve)

Book 5: One False Move

Book 6: The Final Detail

Book 7: Darkest Fear

Book 8: Promise Me

Quando ela se foi

Quando ela se foi

Book 9: Long Lost (Quando ela se foi – resenha no blog: https://houseofthrillers.wordpress.com/2012/02/11/quando-ela-se-foi-harlan-coben-serie-myron-bolitar/ )

Live wire

Live wire

Book 10: Live Wire (resenha no blog: https://houseofthrillers.wordpress.com/2012/05/12/live-wire-harlan-coben-serie-myron-bolitar/ )

 

 

 

 

Vídeo em que Harlan Coben fala sobre o protagonista da série, Myron Bolitar:

Harlan Coben

Harlan Coben é autor de mais de 15 livros e vencedor de vários prêmios – sendo o únic escritor a ganhar o Shamus, o Anthony e o Edgar Allan Poe. Aclamados pela crítica, seus últimos lançamentos chegaram ao topo das listas de mais vendidos, dos principais veículos de comunicação do mundo. Os livros de Coben já foram traduzidos para mais de 20 idiomas. Atualmente o autor vive com a mulher e os quatro filhos, em Nova Jersey.  Aclamado na França como “o mestre das noites em claro”.Site: http://www.harlancoben.comFacebook: http://www.facebook.com/media/set/?set=a.1403961430909.2053515.1588575676#!/harlan.coben / http://www.facebook.com/harlancobenbooks?ref=ts&sk=wallTwitter:@HarlanCoben – http://twitter.com/#!/HarlanCoben

Grupo de discussão no Skoob, sobre o autor: http://www.skoob.com.br/grupo/572-harlan-coben


Editora: Arqueiro

Prefiro os thrillers de Harlan Coben mais cerebrais.

Myron Bolitar, o protagonista deste livro e desta série que se inicia, é um ex-astro do basquete americano que fez carreira a partir do time da universidade.  Após atingir o ápice de sua carreira, um acidente durante um jogo o tirou dos campos para sempre.  Fraturas múltiplas, cadeira de rodas, muletas, bengala, um andar arrastado…

Hoje é um agente promotor e empresário de jovens atletas em ascenção – o que o faz ter de se meter em suas vidas – às vezes, fundo demais.

O sarcasmo em pessoa, cínico, mas apaixonado pelo que faz, com um coração mole, dá sempre um toque de leveza nas partes mais tensas da trama, rindo de seus inimigos com piadas inteligentes e deixando-os desconcentrados, com incoerentes citações de escritores e teatrólogos famosos – Shakespeare é seu preferido.

E o agente Myron (ele detesta seu nome) está, no momento, às voltas com o promissor atleta Christian Steele, com quem está negociando um contrato, que recebe uma ligação telefônica de sua ex-namorada Kathy (irmã da ex-esposa de Myron, a escritora Jessica Culver) – uma mulher presumivelmente morta, em caso encerrado pela polícia. (mais…)

CILADA (Caught) – Harlan Coben

Publicado: 20 de agosto de 2011 em Harlan Coben
Tags:,

Editora: Sextante

“Eu te perdôo.”- Dan Mercer 

Estudante exemplar e responsável, de 17 anos, quando Haley não volta para casa, todos começam a imaginar o pior – não era de seu feitio sumir dessa forma, devastando a rotina de toda uma família.

Provando o poder da mídia de massa, o assistente social Dan Marcer é acusado de pedofilia, em rede nacional, por uma repórter de televisão, Wendy Tynes. Mas é inocentado por falta de provas – e logo depois, assassinado, pelo pai de uma das crianças que ele teria atacado.

Mercer, ele mesmo, tinha sido um menino pobre e sem perspectivas, até conseguir se formar e trabalhar como assistente social, num centro comunitário.

Wendy torna-se, por ironia do destino, a única testemunha de seu assassinato e seu instinto diz que, em face desses novos acontecimentos, talvez Mercer não fosse culpado, como parecia. (mais…)