Arquivo da categoria ‘Sue Grafton’


Editora: Penguin Group

 

Sue Grafton nos leva ao território mais sombrio que Kinsey Millhone jamais esteve .

 

Tresspass = uma transgressão da lei, que involve nossas obrigações para com Deus e para com os próximos; uma violação de leis morais; uma ofensa; um pecado. (Webster´s Dictionary).

Sue Grafton nos leva ao território mais sombrio que Kinsey Millhone jamais esteve. – isso me lembra a famosa frase de abertura de Star Trek: “Where no one has gone before!”.

Ela nos leva ao horror que pode existir nas coisas mais simples da vida, no confronto com forças do mal – e que pensamos que conhecemos.  O resultado é aterrorizante. (mais…)


Editora: Landscape

A trama só toma um grande fôlego a partir da metade do texto – não fiquem ansiosos!

Quando o idoso Nord Lafferty contrata Kinsey Millhone para ajudar sua filha rebelde, Reba, a ter uma vida honesta, ao sair da prisão, a detetive não tem idéia de onde vai se meter.  A amizade de Kinsey com Reba parece totalmente improvável e é o único senão, nesta obra policial.

O ex-chefe de Reba Lafferty, Alan Beckwith, foi quem a colocou na prisão – então, como é que ela vem se encontrando com ele?  E porque ele está se relacionando sexualmente com ela e com sua melhor amiga que ainda trabalha para Alan?

Uma visita de um antigo amigo do FBI esclarece o mistério (Cheney Phillips) – Beckwith está envolvido em lavagem de dinheiro, drogas, jogo e bebidas e precisa de Reba para executar suas propostas excusas. (mais…)


419kKVYKo2L__BO2,204,203,200_PIsitb-sticker-arrow-click,TopRight,35,-76_AA300_SH20_OU01_Grafton traz de volta à vida, personagens dos livros anteriores da série, porém as tramas não se encontram ao final, infelizmente.

                        Para Kinsey Millhone, o perigo vem junto com o trabalho, mas ela nunca esperara de se encontrar no topo de uma lista de um matador.

Kinsey Millhone é uma detetive particular, trintona, 2 vezes divorciada, que não bebe demais, não fuma demais, não usa drogas – na verdade, alguém muito comum, com todos os altos e baixos que os meros mortais tem de passar na vida e um extraordinário senso de humor.

Kinsey montou sua agência, num bairro calmo da cidade de Santa Teresa, na Califórnia. Com pouquíssimos móveis e objetos menos ainda, um número bem restrito de amigos fiéis e aparente falta de sensibilidade, tem uma tendência a se apegar a causas perdidas e animais abandonados. E essa simplicidade toda é a sua força – excepcionalmente, uma tarde/noite com um namorado novo, e logo volta ao foco de seu trabalho.

Quando Irene Gersh pede que Kinsey localize sua idosa e ecêntrica mãe, Agnes, de quem ele perdera o contato há 6 meses, a detetive não fica muito contente.  Mas uma mulher tem de pagar suas contas, e esse parece ser um caso bem simples…  ou, pelo menos, parecia…

Kinsey descobre a octogenária Agnes num hospital, com lapsos de memória e muito assustada.  Agnes desaparece e morre assassinada e Kinsey descobre a velha senhora não estava tão senil, afinal – será que ela estava querendo contar alguma coisa?  (mais…)


41kFKxFB7uL__BO2,204,203,200_PIsitb-sticker-arrow-click,TopRight,35,-76_AA300_SH20_OU01_F_DE_FUGITIVO_1338836057PKinsey Millhone é uma detetive particular forte e, ao mesmo tempo, muito feminina.  Firme, mas doce – uma mulher que a gente pensa que conhece.

           Quando a detetive particular Kinsey Millhone chega, pela primeira vez, em Floral Beach, na California, tem difículdade de ver a cidade linda, como cenário de um assassinato brutal.

Há 17 anos atrás, o corpo de Jean Timberlake – uma adolescente problemática sempre envolvida com rapazes – foi encontrado na praia.  Seu namorado Bailey Fowler foi condenado por seu assassinato, mas escapou.

Passado esse tempo, Bailey foi, finalmente, capturado.

Acreditando na inocência de seu filho, o pai de Bailey contrata Kinsey para achar o verdadeiro assassino.  Mas a maior parte dos habitantes dessa cidadezinha estão convictos que Bailey a tinha estrangulado.

Mas, se tem uma coisa que Kinsey gosta é de persistência – e é o que a move para desvendar o caso.

À medida que vai ficando mais perto da solução do crime, mais segredos sujos ele vai descobrindo, na cidade, onde todos parecem possuir alguma coisa para esconder – e o assassino irá matar novamente, para manter o passado enterrado…

Com grande senso de humor e enorme senso de justiça, Millhone é uma detetive particular forte e, ao mesmo tempo, muito feminina.  Firme, mas doce – uma mulher que a gente pensa que conhece – uma solitária interessante, inteligente e humana. (mais…)


Editora: Ediouro

O final chocante deixará os leitores, com vontade de ler mais.

Enquanto a detetive particular Kinsey Millhome está investigando um caso envolvendo uma empresa da família de um antigo colega de escola, alguém tenta envolvê-la como culpada de corrupção.  Uns 5.000 dólares misteriosos aparecem em sua conta bancária e ela tem que provar sua inocência no caso, enquanto algumas mortes ocorrem, e explosões de bomba acontecem.

Todos pedem respostas e, ao mesmo tempo, não dizem verdades.  Kinsey é forçada a pedir ajuda a pessoas de quem ela não gosta.  (mais…)