Posts com Tag ‘anne rice’


                 61WAZKS9QAL__BO2,204,203,200_PIsitb-sticker-arrow-click,TopRight,35,-76_AA300_SH20_OU01_A_MUMIA_1248044840PEditora: Rocco

                        O leitor é cativo e seduzido…

Numa estória de horror e romance, Ramsés O Grande acorda na Londres Edwardiana de 1914.

Depois de ter bebido um elixir da longa vida, roubado de uma princesa hitita, ele agora é Ramsés o Maldito, amaldiçoado para vagar pelo mundo, para sempre, desesperado para matar seus desejos insatisfeitos.

Ramsés, depois de beber o elixir, simulou sua morte e vagou pelo mundo até conhecer a legendária Cleópatra – mas a perdeu para Marco Antonio.

Apesar de perseguir a aristocrata Julie Stratford, a mulher que ele deseja é Cleópatra.

E esse seu desejo intenso, que cresce com os séculos, irá força-lo a cometer um ato que irá colocar a todos a sua volta, num grande perigo.

Anne Rice se utiliza para a história das múmias, da mesma magia usada no mundo e mitologia dos vampiros e bruxas.  Ela deixa seus seres noturnos por outro tipo de mortos vivos.

Lawrence Stratford descobre a múmia de Ramsés II, mas não tem tempo de desvender seus mistérios – Lawrence é assassinado por seu sobrinho Henry, e a múmia é embarcada para Londres. (mais…)

Anúncios

Editora: Rocco

Ele é um fantasma, um gênio, um demônio, ou um anjo?

            Num novo thriller de terror, a criadora dos fantásticos universos de vampiros e bruxas, nos leva ao mundo de Isaiah e Jeremiah, na época da destruição do Templo de Salomão, para contar a estória de Azriel, o Servo dos ossos.

 Ele é um fantasma, um gênio, um demônio, ou um anjo? Nem vampiro nem múmia – um espírito puro, visível, que abre seu coração para nós, leitores, enquanto viaja da antiga Babilônia, até a Europa da peste negra e ao mundo contemporâneo, onde ele se estabelece, em 1990, entre as torres de Manhattan, confrontando-se, numa luta metafísica, com suas origens e com as forças da escuridão que o condenaram a uma vida de maldade e destruição.

Na primeira parte do livro, Azriel conta sua história: nascido hebreu, na babilônia de Cyrus da Pérsia, teve o azar de se tornar favorito do deus Marduk e de chamar a atenção dos sacerdotes do templo, que estavam maquinando a tomada da cidade.

O próprio pai de Azriel, o entrega aos sacerdotes, em troca da promessa de que os hebreus que vivem na Babilônia poderão voltar a Jerusalém, sem impedimentos.

Numa cerimônia, ele foi sacrificado para libertar seu povo – seu corpo transformado em ossos de ouro.

Depois, ele foi amaldiçoado a ser, para sempre, o guardião desses ossos, ficando seu espírito separado do corpo.

Através dos milênios, ele e seus ossos, são possuídos por uma série de “senhores”. (mais…)


Editora: Innovation Books

Crepúsculo perde…

Este é um conto poderoso, passado nas ruas da Londres de 1888, e no campo ao seu redor, sobre Julie – uma jovem que fica obcecada com a casa que seu pai deixou para ela e seu irmão, em seu leito de morte – e que ele os fez jurar que iriam derrubar.

Julie não consegue imaginar que no castelo ancestral de Rampling Gate, um espírito que vinha assombrando seu pai há anos; e que, agora, vinha em busca dos seus filhos, a esperava.

Julie luta para escolher entre o mundo da razão e da racionalidade de as sombrias promessas de amor de uma criatura – um belo jovem, ao qual ela não consegue resistir, num mundo de noites sem fim, paixões secretas e prazeres inomináveis.

Publicada logo após os dois primeiros volumes de suas Crônicas Vampirescas (Entrevista com o vampiro e O vampiro Lestat), The Master of Rampling Gate, apesar de sua atmosfera histórica, quase não nos deixa reconhecer nossa escritora gótica favorita – não passa de um desses romances de banca, disfarçado de thriller de terror.

Para piorar as coisas, nem podemos chamar, realmente, de uma estória de amor – Julie e a criatura se apaixonam à primeira vista, sem sequer trocar a menor palavra – e, imediatamente, decidem viver juntos para todo o sempre… Crepúsculo perde… (mais…)


Editora: Rocco

A vida atual de Toby se complica, com o súbito aparecimento de uma ex-namorada com um filho que ele nunca soube existir.

No tempo presente, Toby O´Dare (Lucky) é um católico ignorante.

A magnífica série de Anne Rice, Songs of the Seraphim, continua com outra aventura metafísica cheia de anjos e assassinos.

Mal recuperado de sua missão divina anterior, em busca de sua redenção, em Tempo dos Anjos (resenha no blog: https://houseofthrillers.wordpress.com/2012/10/06/tempo-dos-anjos-angel-time-anne-rice-serie-songs-of-the-seraphim-1/?preview=true), o ex- matador de aluguel Toby O´Dare é mais uma vez chamado por Malchiah para investigar o envenenamento de um nobre italiano e deter a caçada a um dybbuk (um espírito que não aceita sua morte) muito zangado.

            Juntos, eles voltam à Itália do século XV – o século de Michelangelo, da Santa Inquisição, do Papa Leão X – e dessa vez, Malchiah faz com que Toby use o poder de sua música do alaúde, para acalmar os espíritos desesperados e salvar a vida de Vitale de Leone – um jovem médico judeu acusado de envenenar seu paciente Niccolo, e de trazer o fantasma para a casa da família.

            Toby logo descobre estar no meio de uma trama familiar perigosa, com o véu do terror eclesiástico caindo sobre ele.  Mas resolve os problemas de forma eficiente, embora a tragédia permaneça à sua volta, abalando sua fé e o deixando vulnerável aos poderes do mal, que espreitam para explorar suas fraquezas. (mais…)


Editora: Rocco

A suspensão da realidade, necessária para aceitar o conceito de um arcanjo ou ser celestial, combina, sem quaisquer problemas, com as tramas de Anne Rice.

No tempo presente, Toby O´Dare (Lucky) é um famoso matador de aluguel, em pleno trabalho.  Uma alma sem alma, um morto vivo.

Seu mundo de pesadelos, solidão e missões letais, sai dos eixos, quando um estranho misterioso, um anjo, um serafim, Malchiah, oferece a ele a chance de salvar vidas, ao invés de destruí-las.

O´Dare há muitos anos, queria ser padre, antes da tragédia acabar com sua vida – e resolve agarrar essa chance, com unhas e dentes.

Agora, ele é levado de volta, através dos anos, até o século XIII, da Inglaterra, nos trajes de um frei dominicano, para desvendar acusações sobre um assassinato ritualístico que teria sido realizado por um casal de judeus, para com sua filha que ou morreu ou desapareceu, pelo fato de ter-se convertido ao catolicismo

            Nesses tempos de trevas, O´Dare inicia sua escalada perigosa para a salvação, uma jornada de medo, lealdade e traição, egoísmo e amor.

            Toby O´Dare, nascido em Nova Orleans, de pai policial corrupto e mãe alcoólatra, sempre sonhou tornar-se padre. (mais…)