Posts com Tag ‘Gabriel Dean’


Editora: Ballantine Books

Esta é uma estória sobre sobrevivência em condições extremas, um amor incondicional, e os perigos de uma seita guiada por um líder carismático.

Acontecimentos meio que absurdos levam ao enredo do oitavo livro da série Rizzoli&Isles.

A médica legista Maura Isles, enquanto estava numa conferência de patologistas em Wyoming, reeencontra um ex-colega de faculdade divorciado, Doug Comley, a filha dele de 13 anos, Grace, e um casal de amigos dele.  Resolve, então, impulsivamente, em meio a uma crise pessoal, movida pela frustração de sua vida amorosa com um padre católico que nem sequer cogita em abandonar a batina para ficar com ela, num momento de folga da conferência, fazer um pequeno e inocente passeio, que, depois, torna-se muito… muito perigoso.

“If only you could stay here with me every night.  If only we could wake up toguether every morning” – Maura Isles

O carro deles sofre um acidente numa estrada deserta e o grupo encontra refúgio numa vila de casas estranhas e abandonadas, Kingdom Come, local de uma seita religiosa liderada por um profeta carismático, Jeremiah Goode, com centenas de seguidores escravizados e famílias polígamas.  Fica bem claro, logo no início do livro que as meninas bonitas e bem jovens tornam-se esposas de Jeremiah – contra suas vontades e para honra de suas familias. – “You are mine now, bound to me by the will of God” – Jeremiah Good (mais…)


Editora: Ballantine Books

“Ancient remains are easier to deal with.” – Tess Gerritsen

Quando uma múmia é desenterrada em Boston é chamada para estar presente por ocasião da abertura das faixas que envolvem o corpo; mas, para seu assombro, o corpo está morno.  Parece que o cadáver é de uma mulher desaparecida recentemente. – “Cada múmia é uma exploração, um continente desconhecido que você visita pela primeira vez.” Dr. Jonathan Elias, Egiptologista

Naturalmente, não demora muito e a imprensa se interessa pela descoberta da “múmia contemporânea”, levando a população da cidade ao medo e desconfiança.

Quando outras mulheres são descobertas assassinadas e bem preservadas de várias formas utilizadas na antiguidade de diversas culturas diferentes, a detetive Jane Rizzoli se dispõe a deter esse bizarro serial killer, antes que ele (ou ela) acrescentem novas aquisições à sua coleção macabra. (mais…)


Editora: Record

“Eu pequei.” Maura Isles
Peccavi.” – a frase em latim, escrita com sangue da vítima é o que chega de presente de Natal para a dupla Rizzoli/Isles, ligando-as, de forma indelével, ao Clube Mefisto – um grupo de estudiosos do poder maligno entre os seres humanos. O próprio Lúcifer pode estar envolvido. A cada corpo que é encontrado, fica clara a sua influência de rituais satânicos sobre algo ou alguém muito doente. Os próprios membros do Clube se encontram ameaçados. A presença do padre Daniel Brophy torna-se um complicador na vida da Dra. Maura Isles, convidando-a ao conflito religioso. A crueldade dos crimes se mescla à realidade do cotidiano da família da detetive Jane Rizzoli. Seu marido Gabriel Dean e filha, de um lado, seus irmãos e pais em constante guerrilha, do outro. (mais…)


Editora: RECORD

“Oh god. Let this be over soon.”
Já no início me deparo com meu grande pesadelo: o que fazer se você não morreu – e todos mundo acha que sim?
Tipo, ser enterrada em estado de catalepsia ou ser levada para a mesa de necrópsia com seu metabolismo tão baixo que ninguém note que você ainda está viva… Cruzes!!!
Há casos escabrosos documentados – aqui no Brasil mesmo, quem é mais experiente na vida, como eu, se lembra da morte do ator Sérgio Cardoso – uma comoção nacional – tipo: morre Tarcísio Meira ou Tony Ramos. Dias depois do enterro – não me lembro por qual razão – o corpo foi exumado e estava revirado dentro do caixão, com marcas de unhas cravadas na madeira, como que pedindo para ser libertado. Eu, heim!!! (mais…)


Editora: Record

Pensem nisso…
Bom – estou lendo a serie Rizzoli&Isles, na ordem correta – alguns em português, mas a maioria em inglês, já que nosso mercado editorial é muito lento…  Este é o 4º livro da série.

Sempre se aprende alguma coisa de história, num livro da Tess – neste momento de Dublê de Corpo, a Dra. Maura Isles, em conversa com um policial, o informa de que, antigamente, muito antigamente, uma criança enterrrada viva sob uma pedra fundamental ou alicerce, supostamente protegia casa – as práticas de sepultamento variam com o tempo. (mais…)