Posts com Tag ‘Maxine Paetro’


5__CAVALEIRO_1320866487Pthe 5thAi, ai, ai, ai, ai! Está voltando o estilo chato dos livros anteriores…

Numa corrida contra o tempo, a tenente Lindsay Boxer e o novo membro do Clube das Mulheres Contra o Crime, após a morte da Promotora Jill Bernhardt, no livro 3 (3º Grau – resenha no blog: https://houseofthrillers.wordpress.com/2013/10/26/3o-grau-3rd-degree-james-patterson-andrew-gross-serie-womens-murder-club-3/), a advogada Yuki Castellano, investigam a morte misteriosa de vários pacientes de um hospital – determinado a manter sua boa reputação a todo custo.

3o Grau

3o Grau

E o assassino faz parte do corpo médico deste hospital municipal de São Francisco.  Os pacientes estão recebendo medicações com dosagem errada que induzem ataques cardíacos.

A última vítima é a própria mãe de Yuki – Keiko.

Lindsay Boxer decide que é hora de investigar a coincidência de tantas mortes pelo mesmo motivo, em tão pouco tempo.

Ai, ai, ai, ai, ai! Está voltando o estilo chato dos livros anteriores… apesar de eu ter gostado muitissimo da co-autoria de Maxine Paetro – ou será ao contrário?  Fica claro que os co-autores é que trabalham duro e ele só coloca o ponto final na estória.

O nome de James Patterson só faz com que o livro fique mais caro, e o texto acaba ficando pobre.  As margens são muito largas e dão a impressão de que é um livro extenso e consistente.

Eu ainda não consegui entender como é que ele consegue escrever e lançar 4 a 5 livros por ano – ou será que vocês advinham?

Julgando pela qualidade da escrita – com muitos buracos a serem preenchidos – eu acho que James Patterson deveria, pelo menos, dar um pouco mais de crédito aos co-autores, como no caso da Maxine Paetro.  Nos créditos finais, há uma página inteira para descrever a carreira literária de James Patterson e 1 linha para descrever a jornalista Maxine – era melhor não ter colocado nada.  O bom que ela está novamente comandando os próximos livros, até pelo menos o numero 12 da série.  Mais informações sobre ela: http://en.wikipedia.org/wiki/Maxine_Paetro .

Jogos para computador baseados na série:

 

 

 


 

 


4_DE_JULHO__1312843600P4TH_OF_JULY_1334079014PTá na cara que quem dominou a escrita foi a Maxine Paetro.

Numa noite, a detetive Lindsay boxer tem de tomar uma decisão instantânea: após uma perseguição de um carro com suspeitos, que bate e capota, deixando seus dois ocupantes, presos pelos airbags, em legítima defesa ela tem de atirar – e dá início a uma cadeia de eventos que a disgraçam, deixando uma cidade dividida e uma família destruída.

Os dois adolescentes ricos e entediados que estavam no carro, atiraram em Lindsay e em seu companheiro.  E ela teve de revidar – resultando na morte da garota de 15 anos e em um garoto de 13, tetraplégico.

Acontece que ela havia tomado uns drinks com suas amigas do Clube das Mulheres contra o Crime, antes de ter sido chamada para participar do cerco ao tal carro.  E o nível de álcool aparece nos exames de sangue.

Agora, tudo que ela fez, a vida toda, não vale mais nada. E ela está na mão de 12 jurados, num tribunal, pois o rico pai dos garotos a está processando e pedindo 150 milhões de dólares de indenização.

Para escapar do cerco da mídia, após sair do hospital, Lindsay foge para a cidadezinha de Half Moon Bay, onde moram sua irmã Cat e sua sobrinha.

Mas ao invés de relaxar e curtir o romance com seu namorado Joe Molinari, logo ela descobre que a cidade está sofrendo uma onda de violência onde crimes terríveis se acumulam, sem solução, sem testemunhas, e sem pistas. Mas um detalhe a faz lembrar-se de um caso não solucionado, em que ela participou há 10 anos atrás.

Com uma trama mais centrada em Lindsay – o Clube das Mulheres Contra o Crime tem uma participação relativa, porém valiosa, para salvar a vida, o bolso e a carreira da detetive – agora tenente.

Wow, what a story! – Uau! Que estória! Uma grande surpresa, já que eu estava somente lendo essa série para resenhar para o blog, sem maiores expectativas – li o livro todo num só dia!

Portanto – dê comida aos gatos, ligue o ar condicionado e deite-se num lugar bem confortável para aproveitar a leitura.

Este é o 4º livro da série (resenhas dos anteriores no blog: https://houseofthrillers.wordpress.com/?s=women%C2%B4s+murder+club). O texto está tão bom, tão diferente dos 3 anteriores que só posso achar que o motivo foi a mudança de colaborador – tá na cara que quem dominou a escrita foi a Maxine Paetro.

Mas… Nos créditos finais, há uma página inteira para descrever a carreira literária de James Patterson e 1 linha para descrever a jornalista Maxine – era melhor não ter colocado nada.  O bom que ela está novamente comandando os próximos livros, até pelo menos o numero 12 da série.  Mais informações sobre ela: http://en.wikipedia.org/wiki/Maxine_Paetro .

Jogos para computador baseados na série: